Fatos Olímpicos – Torneio Olímpico de Basquete Feminino

Você sabia…

Montreal 1976

Montreal (Quebec, Canadá), um dos locais mais bonitos e modernos do Hemisfério Ocidental, sediou o Primeiro Torneio Olímpico de Basquete Feminino em 1976. Seis países competiram pela medalha de ouro, incluindo Bulgária, Tchecoslováquia e Japão. O encontro internacional foi vencido pela seleção feminina da União Soviética (atual Rússia). Apenas um ano antes, a equipe soviética chegou em primeiro lugar no VII campeonato Global em Cali, na Colômbia (América do Sul) ao vencer o Japão na disputa pela medalha de ouro. Enquanto isso, em 23 de julho de 1976, a América conquistou o segundo lugar no evento multiesportivo depois de perder para a URSS (liderada por sua estrela internacional Uljana Semjonova) 112-77, tendo conquistado o direito de competir na XXIII Olimpíada ao vencer a Primeira Torneio de qualificação para os Jogos Olímpicos de basquete feminino da Fiba em Hamilton (Ontário, Canadá). Os medalhistas de prata foram Lusia Harris, Cindy Brogdon, Susan Rojcewicz, Ann Meyers, Julienne Simpson, Patricia Head, Mary Anne O’Connor, Patricia Roberts, Gail Marquis, Nancy Lieberman, Charlotte Lewis e Nancy Dunkle. A seleção norte-americana iniciou sua preparação pré-olímpica após vencer a VI Copa Pan-Americana na Cidade do México, em outubro de 1975.

Moscou 1980

Sob a liderança de Semjonova, a URSS, nação anfitriã, venceu o Torneio Olímpico de Moscou em 1980, seguida pela Bulgária (medalha de prata), Iugoslávia (bronze), Hungria (4º), Cuba (5º) e Itália (6º). Foi a segunda vitória olímpica da URSS (também conhecida como União Soviética durante a Guerra Fria). Por outro lado, o gigante da Letônia Uljana Semjonova foi o jogador de basquete mais destacado em Moscou ’80. Nos anos seguintes, a Semjonova de 2,10 metros de altura e 284 libras foi incluída no Hall da Fama do Basquete em Springfield (Maryland), a primeira jogadora da ex-URSS a realizar esse feito.

Los Angeles 1984

Pela primeira vez, o time de basquete feminino dos Estados Unidos conquistou o campeonato olímpico no sul da Califórnia. A República Popular da China recebeu a medalha de prata. A medalha de bronze foi para a República da Coréia; As seleções do Leste Europeu não participaram das Olimpíadas de 1984 por causa do boicote de Moscou. A caminho dos Jogos de Los Angeles, a equipe dos Estados Unidos – com notáveis ​​esportistas como Janice Lawrence, Cheryl Miller e Lynette Woodard – venceu os IX Jogos Pan-americanos de Esportes em solo venezuelano em agosto de 1983. Na Venezuela, a América derrotou Cuba 100- 82 (43-38) para conquistar a medalha de ouro Pan-americana. Há algumas semanas, eles quase venceram a Copa do Mundo da Fiba em solo brasileiro.

Seul 1988

Em 29 de outubro de 1988, na capital da Coréia do Sul, Seul, a seleção feminina dos Estados Unidos conquistou o ouro no evento olímpico, após terminar em primeiro lugar nos Jogos de 1984 em Los Angeles (Califórnia). Na final, eles derrotaram a Iugoslávia por 77-70 (42-36). Mesmo assim, o “jogo mais emocionante” foi quando a América, liderada por sua jogadora All-Star Teresa Edwards, venceu a União Soviética por 102-88 (50-39) em 27 de outubro (semifinais). Os Estados Unidos ganharam o troféu olímpico com os seguintes jogadores de classe mundial: Suzanne McConnell, Cynthia Cooper, Jennifer Gillom, Katrina McClaim, Andrea Lloyd, Victoria Bullett, Bridgette Gordon, Teresa Weatherspoon, Anne Donovan, Cynthia Brown, Mary Ethridge e Miss Edwards . Dois anos atrás, em 1986, eles haviam vencido o torneio mundial na capital russa, Moscou. Na segunda metade do século 20, a americana Edwards fez história quando conquistou quatro medalhas de ouro nos Jogos de Verão dos anos 1980 ao início dos anos 2000: Los Angeles 1984, Seul 1988, Atlanta 1996 e Sydney 2000. Uljana Semjonova (Letônia), Hortência Fatima Marcari (Brasil) e Edwards são consideradas as jogadoras mais famosas da história olímpica.

Jogos Atlanta 1996

Um milagre aconteceu em Atlanta 1996! Apesar de sofrer uma sangrenta guerra civil, onde mais de quatro milhões de pessoas foram massacradas (e milhares de meninas foram estupradas), incrivelmente a república africana do Zaire (hoje República Democrática do Congo / RDC) se classificou como uma das 12 melhores equipes do mundial nos Jogos da 26ª Olimpíada nos Estados Unidos, dando exemplo a vários países do Terceiro Mundo, desde Peru e Filipinas até Índia e Brunei Darussalam. Sem dúvida, foi o “momento mais memorável da história desportiva do Zaire”. Depois de receber o apoio de Dikembe Mutumbo, craque americano nascido no congolês, a seleção africana foi para Atlanta. De uma perspectiva olímpica, a equipe do Zaire deve ser incluída no Hall da Fama do Basquete.

Atenas 2004

O Torneio Olímpico de 2004 foi vencido pelos Estados Unidos da América, seguidos pela Austrália (medalha de prata), Rússia (bronze), Brasil (4º), República Tcheca (5º), Espanha (6º), Grécia (7º), Nova Zelândia (8º) ), República Popular da China (9º), Japão (10º lugar), Nigéria (11º) e Coreia do Sul (12º). Na capital grega, Atenas, os Estados Unidos conquistaram sua terceira medalha de ouro pela terceira vez consecutiva – o maior número de vitórias no torneio olímpico de basquete por uma seleção feminina. Curiosamente, o jogador de basquete da Nigéria Mfon Udoka foi o segundo melhor goleador do campeonato com 21,7 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *